sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

JAGUARÃO A CIDADE DAS PORTAS E DAS JANELAS.


PASSEIO REALIZADO EM NOVEMBRO DE 2013:
Conheci a cidade de Jaguarão, neste final de mês de Novembro e logo que saí da rodoviária, percebi o porque é chamada de "A cidade das portas e das janelas".
Saí de Porto Alegre às 00 horas do dia 28, chegando em Jaguarão as 06 horas e 30 minutos do outro dia, perfazendo uma viagem de seis horas e meia de ônibus, que pode se alterar, dependo das cidades em que a linha faz conexões.


Apesar dos poucos dias, pude apreciar a beleza da cidade, que tem sua historia para ser apreciada e contada, através de seus diferentes traços e linhas arquitetônicas. 

HISTÓRIA DA CIDADE:
A cidade teve Seu começo em 1802 com um acampamento militar as margens do Rio Jaguarão, quando acabou o conflito entre portugueses e espanhóis, pela posse da terra que deixaram suas marcas tanto na historia, quanto na cultura jaguarense.
O município é também conhecido por suas belas portas e janelas, preservadas até hoje por seus habitantes, que reconhecem a importância de manter sua identidade e história .


DETALHES NA ARQUITETURA:
Os exemplos de arquitetura no centro da cidade datam de 1876 e de 1920, com frisos, marquises, e aberturas em estilo artesanal português, ricos em detalhes.
Andar por suas ruas é um retorno ao passado, admirando essas fachadas maravilhosas, que nos dá a sensação de estarmos fora da nossa época.
E que tal esta construção, com a fachada coberta por azulejos portugueses, dando-nos a sensação de que estamos em São Luiz - no Maranhão? Eu me pergunto como foram parar ali, por que é a unica casa em toda cidade, recorta com esses azulejos!


PONTE INTERNACIONAL BARÃO DE MAUÁ:
As ruas são muito limpas e os moradores parecem ter uma cordialidade nata entre eles, também são muito hospitaleiros com os visitantes que se instalam na cidade para visita-la ou realizar compras nos Free Shop, logo ao atravessar a Ponte Internacional Barão de Mauá.
A ponte foi inaugurada em 1930, uma das maiores obras da fronteira, unindo Jaguarão à cidade uruguaia de Rio Branco. A cidade conta com alguns pontos de interesse turísticos como:


IGREJA MATRIZ DO DIVINO ESPIRITO SANTO:
Construída em 1847 e concluída somente em 1875. É um dos raros templos católicos na região sul a bem conservar as linhas gerais de seu aspecto original, tanto interna quanto externamente, o que lhe confere grande importância histórica, arquitetônica e artística. Possui altares de madeira esculpidos à mão, belíssimos vitrais e um parlatório em mármore de carrara.

IGREJA IMACULADA CONCEIÇÃO:
Templo católico em estilo gótico, cuja construção foi iniciada em 1909 e concluída em 1912, a pedido da Sra. Minervina Carolina Correia, senhora muito rica, que mandou construir a capela para seu uso pessoal. A história da igreja envolve a lenda de uma possível promessa. Minervina teria sido impedida de frequentar a Igreja Matriz do Divino Espirito Santo por ser considerada "impura", então mandou erguer a Igreja Imaculada Conceição, não só para frequentar a casa de Deus, mas também para demonstrar seu poderio. Seus restos mortais estão enterrados num anexo ao lado da igreja, assim como sua moradia ao lado, que passou a ser um salão paroquial.


Em seu interior, destaca-se a beleza dos altares esculpidos em mármore, importado da Europa, bem como a imagem da santa talhada em madeira e ouro, com as supostas medidas e estatura de Menervina. Visitas podem ser agendadas na Secretaria da Igreja, que funciona de segunda à sexta : Das 9:00 h. às 12:00 h e das 14:00 h. às 18:00 h. E aos Sábados das 9:00 h. às 12:00 h.


MUSEU CARLOS BARBOSA GONÇALVES:
Prédio constituído em 1886 em estilo Neoclássico, com 656 m². Residência do ex-presidente da província, Dr. Carlos Barbosa, transformada em museu e que permanece até hoje como se ainda fosse habitada;Com elementos considerados uma inovação para a arquitetura da época, a casa é dividida em cômodos de inverno e verão e possui uma galeria, toda envidraçada, que circunda um lindo jardim, de onde absorve luminosidade e ventilação. Foi a primeira residência da cidade a ter luz elétrica e telefone e ainda conserva lâmpadas originais em funcionamento. É proibido fotografar os objetos. O funcionamento o museu é de terça à sábado, das 09 h às 11 h e das 14 às 17 h.  Ingressos à R$ 5,00- Telefone: 3261 1746.


TEATRO ESPERANÇA:
Construção iniciada em 1887 e inaugurada dez anos depois como uma grande casa de espetáculos. Ao longo de sua o história, o teatro foi palco de apresentações de grandes companhias nacionais e internacionais, assim como espetáculos circenses, com a remoção do tablado, que transformava a plateia em um grande picadeiro.O Teatro possui uma excelente acústica e em seus bastidores pode se movimentar mais de 8 cenários. É um grande marco do engajamento da cidade com a movimentação cultural e artística do país e do Uruguai. Atualmente o teatro está em reforma.



Mercado Público Municipal - Início da construção é de 1864 e concluída em julho de 1867. O Mercado Público Municipal, construído em estilo colonial português, tem formato de “U”, e traz um pátio interno, como as antigas casas portuguesas. Dizem que havia um pelourinho em seu patio, hoje inexistente.Localizado junto à antiga Praça do Comércio e a  área do cais, tinha o propósito de escoar os produtos aportados no rio Jaguarão. Em estilo colonial português, é tombado como patrimônio histórico do Rio Grande do Sul e integrante do conjunto histórico e paisagístico da cidade, tombado pela União. Está localizado num local privilegiado, cercada de arvores gigantesca e centenárias. De seu prédio avista-se o rio Jaguarão e a Ponte Internacional.



INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE JAGUARÃO:
Fundado em 1966, guarda artefatos e documentação históricos sobre a cidade e região. Sediado no prédio do antigo Partido Libertador, abriga o Museu Alfredo Varela, arquivo histórico e biblioteca.


Horário de funcionamento: De terça a sábado. Das 9:00 até 11:30 e das 14:00 até 17:30.Fone: (53) 3261-9063. Neste Museu está exposta também uma louça diferente e original, que chamam de xícara de bigode usada pelo Marechal Osório, Marques do Erval.


ENFERMARIA MILITAR: 
O prédio teve sua construção datada em 1880 no ponto mais alto da cidade de Jaguarão, conhecido como Cerro da Pólvora ou Cerro da Enfermaria, com o objetivo de atender oficiais e praças do Exército Nacional e as comunidades próximas a Bagé.


BALNEÁRIO DA LAGOA MIRIM:
Localizado no lado uruguaio, atravessando-se a ponte internacional. Paraíso ecológico, onde funciona o Cassino Oficial, convite para quem gosta de arriscar.
Rua 20 de Setembro:  Batizada de Beira Rio. Rua 15 de Novembro:  Batizada de Rua das Portas por seu acervo ao ar livre de portas e janelas preservadas.


OUTROS PRÉDIOS E LOCAIS DE INTERESSE:
Praça Dr. Alcides Marques.
Cinema Regente:  Hoje não está em funcionamento, mas aberto para eventos
Casa de Cultura Pompílio Neves de Freitas.
Prédio da Estação Férrea: Hoje pertence a loja Maçônica.

Para finalizar o post, quero dizer que a cidade possui além dessas riquezas turísticas e historias a serem visitadas, um dos mais belos pores do sol da região.

Até a próxima viagem!


Um comentário:

  1. Muito boa a tua postagem Luis e lindas fotos da minha cidade querida.Parabéns!!! Hilda

    ResponderExcluir

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...