terça-feira, 16 de maio de 2017

NADA É MELHOR QUE A TUA AUSÊNCIA.


Descobri hoje cedo, ao levantar-me da cama, com grande surpresa, que nada por aqui é melhor que a tua ausência. Esta mesma ausência que tanto me frustrou e me delegou poderes de aprisionar minha própria alma e a tua. Foram tantas brigas, insinuações, lamentos e tentativas de perdão que não foram possíveis.
Levantei cedo sob o silencio da casa, abri janelas e gavetas, arrastei cadeiras, coloquei um disco para rodar na vitrola e me senti liberta de certos apegos e sortilégios desnecessários.
Depois de tantos meses quieta, sem desentendimentos e magoas, estou aparentemente curada, sentada em paz e apreciando uma xícara de café, como a muito tempo não apreciava.
Há na vida certas surpresas: Contraímos dores, que de uma hora para a outra, desaparecem inexplicavelmente ao levantarmos da cama e descobrir que nos bastamos. Faltam agora, passarinhos pousarem na janela.

Um comentário:

  1. Perfeito! O verdadeiro desapego. Porque nossas maiores dores nascem da nosso desespero pela eternidade. Mas o verdadeiramente eterno não são as coisas, porque tudo é forma, e tudo que é forma deforma. Eterno mesmo é somente o Espírito que em tudo habita com seu etetno renovar, transformar, renascer... Tiveste um 'despertar' adormecido sobre o ego. A consciência eterna e onipresente se expandiu, cresceu. Uma vez crescidos, nunca mais diminuimos.

    ResponderExcluir

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...