segunda-feira, 15 de outubro de 2018

VERONA

Verona é uma cidade italiana da região do Vêneto, banhada pelo rio Adige e está a uns 30 quilômetros do Lago de Garda e ha 1 hora de carro de Veneza. Verona ficou famosa por ter sido o local onde a peça Romeu e Julieta escrita por William Shakespeare, é passada e por isto recebeu o apelido de CIDADE DOS NAMORADOS. Outra referencia importante é que nesta cidade nasceu Isotta Nogarolla


Isotta, foi uma humanista, intelectual e autora de um vasto leque de trabalhos, que abrangem a sua paixão pela educação e pelos direitos femininos. A obra de Isotta Nogarola foi responsável por implantar um modelo que seria seguido pelas mulheres letradas, que nos séculos seguintes se debateram para poder expressar as suas ideias. Na sua obra mais conhecida, "Diálogo sobre Adão e Eva", ela discute o mito de Eva, ou o mito do pecado original, inaugurando um debate que se arrastou durante vários séculos na Europa, a respeito do gênero e da natureza da mulher.
Verona, ao que parece, foi fundada pelos Celtas e mais tarde, foi uma colônia romana em 89 a.C., com o nome de Augusta. Foi capital de ducados durante a Reino Lombardo. Em 145 foi uma colônia de monges Beneditinos.
Verona chegou a ostentar a supremacia artística de toda a Itália, sendo sede de uma escola pictórica onde se destacou Paolo Veronese, importante pintor maneirista da Renascença italiana.

O QUE VISITAR EM VERONA:

Piazza Brà: 
Considerada uma das maiores e mais famosas praças da cidade, ela abriga uma enorme variedade de pontos turísticos importantes, o que a torna um ponto de parada obrigatória, para qualquer visitante. Na praça se concentram diversos cafés, bares, sorveterias e restaurantes com mesas ao ar livre, para apreciar a movimentação de pessoas que por ali circulam visitando lojas e fazendo compras dos mais variados preços.


Arena de Verona:
Ainda na Piazza Brà está situada a Arena de Verona que lembra o coliseu em Roma. Trata-se de uma gigantesca edificação de tirar o fôlego. Construída há 2 mil anos, no fim do reinado de Augusto, é a terceira maior arena da Itália, depois do Coliseu e do anfiteatro de Capua (onde se passa o seriado Spartacus).


Casa de Julieta:
É na Via Cappello 23, no centro histórico de Verona que está localizada a Casa de Julieta (hoje um museu), que se concentra o maior numero de turistas que visitam a cidade. A mais famosa história de amor da literatura, Romeu e Julieta, escrita por Shakespeare entre 1591 e 1595, se passa na cidade italiana de Verona, que abraçou seu posto e criou roteiros inspirados na trama.
A casa é aberta a visitação e os turistas podem, inclusive, subir até a sacada. Na parte de baixo, no pátio externo, há uma estátua de bronze de Julieta e diz a lenda que todo visitante que tocar seu seio direito terá felicidade no casamento.
Outras superstições se espalham pelas paredes da entrada: é ali que são depositadas mensagens e cartas de amor coladas com chiclete ou escritas à mão no próprio muro.

Tumba de Julieta:
Outro ponto de visitação é a Tomba di Giulietta, nos subterrâneos do antigo Convento de San Francisco al Corso, que também abriga uma galeria de arte e um jardim lapidar. O complexo é composto por uma igreja construída em 1230 e um convento, onde foi encontrado um sarcófago antigo que, segundo a lenda, tornou-se o túmulo de Julieta.

As ruas de Verona:
Verona é cheia de vida, de ruas estreitas e enfeitadas com floreiras nas janelas e sacadas de prédios antigos e coloridos, que parecem ter saído de um livro ficção. Praças gramadas para sentar e apreciar o movimento da cidade e sua beleza arquitetônica. Verona é sem dúvidas um destino a ser visitado e sem medo de decepções.

Até o próximo passeio!

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...