domingo, 18 de outubro de 2015

MATANZAS E TRINIDAD EM CUBA

Estando em terras cubanas, a gente tem vontade de ser onipresente, estar em vários lugares ao mesmo tempo, desfrutar de suas ruas, musicas, betecos, vielas, histórias e isto é compreensível, já que o país é de uma beleza e uma variedade cultural tão grande, que não queremos perder nada, queremos vivenciar tudo. A alegria daquele povo é tão contagiante, que as condições econômicas estabelecida pelo regime no país, fica quase que em ultimo plano.
De Havana, capital cubana, seguindo pela autopista nacional, você pode chegar a outros dois destinos incríveis: A cidade de Matanzas e Trinidad. Esta ultima, há 315 quilômetros de Havana e considerada uma das cidades mais bem preservadas do Caribe.



MATANZAS: 
Está localizada na província de mesmo nome, no litoral norte da ilha de Cuba, na Baía de Matanzas, 90 km a leste da capital Havana e 32 km a oeste do resort de Varadero. É conhecida como a cidade das pontes, por causa das 17 pontes que atravessam os três rios que cortam a cidade e também pelo seu rico folclore afro-cubano.


ORIGEM DO NOME:
O nome Matanzas significa exatamente o que supomos, "matança", "massacre" e refere-se a um massacre combinado e realizado no porto de mesmo nome. Contam que trinta soldados espanhóis estavam cruzando um dos rios, para atacar um acampamento aborígene na margem oposta. Entretanto, eles não possuíam barcos e solicitaram a ajuda de pescadores nativos. Ao atingir o meio do rio os pescadores viraram os barcos e, por causa de suas pesadas armaduras, a maioria dos soldados se afogaram.
A beleza de Matanzas pode ser observada na arquitetura de suas construções, praças, cavernas, grutas, nas belas praias de águas azuis ora esverdeadas, nos passeios de barcos pelo rio, na culinária regional e internacional, nos passeios de escunas, parques e na beleza de uma das mais belas praias do caribe "Varadero" sem falar nas casas noturnas onde a beleza do calor cubano é esbanjado em forma de dança e muita sensualidade.




TRINIDAD:
É a cidade que atrai turistas de todas as partes do mundo, por sua rica arquitetura colonial espanhola, bem conservada. A cidade oferece através de suas ruas e construções antigas, um passeio contemplativo ao passado de glória e decadência, registrados em seus grandes palácios e praças coloniais, ruínas de refinarias de açúcar e antigos abrigos dos escravos que trabalhavam nas fábricas e plantações de cana de açúcar em volta da cidade.
No auge da indústria em Cuba, havia mais de cinquenta usinas de cana de açúcar em operação nos três vales, que circunvizinham a cidade, onde mais de 30.000 escravos trabalharam nas fábricas.


Trinidad foi fundada em 1514 e declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1988. Suas casas são de um colorido vibrante e calçamentos de pedra, que faz a gente lembrar da também histórica Parati e Ouro Preto.
Como é uma cidade muito turística, desta forma, seus visitantes são incessantemente assediados por vendedores, taxistas, panfleteiros que oferecem de tudo, como pousadas em casas particulares, bares, bodegas, restaurantes, guiamento turístico. 

O QUE VISITAR NA CIDADE:
O Plaza Mayor, o Museu Histórico Municipal e o Museu de Arquitetura de Trinidad, localizados bem pertinho,  na praça central. 

PLAYA ANCÓN:
Tata-se de uma linda praia de águas transparentes que lembra uma piscina, ha mais ou menos 12 quilômetros do centro da cidade. Alias esta é uma características comum nas praias cubanas.


IZNAGA TOWER:
Um pouco mais distante da cidade, estão as ruínas das antigas refinarias de açúcar e a "Iznaga Tower" uma torre de 45 metros, construída por Alejo Maria Iznaga y Borrell em 1816, proprietário da refinaria. A torre foi construída, com o objetivo de anunciar o início e o fim do dia de trabalho para os escravos, assim como os horários de orações à Virgem Santa, na parte da manhã, meio-dia, e à tarde.


Também foi usado para soar um alarme em caso de incêndio ou de escravos em fuga. A altura e a magnificência da torre, serviu para mostrar o poder de Iznaga, sobre seus escravos e sua estatura na indústria do açúcar e da sociedade local. Um passeio por Trinidad, tornará sua visita à Cuba, ainda mais inesquecível.

TRANSPORTE:
Trinidad é uma cidade pequena e quase todos os percursos podem ser feitos a pé.Você só vai precisar de transporte para ir até a praia de Ancón, que fica a uns 15 minutos de distância do centro da cidade, ou nas antigas refinarias de açúcar que levam em media, uma hora a uma hora e meia para chegar.
Ônibus: Alguns ônibus te levam a lugares mais distantes, mas os horários normalmente sofrem atrasos.
Táxis: Os serviços são oferecidos naqueles Chevrolés, anos 50, cujo o preço pode ser combinado e ainda com a opção de compartilhamento com até 4 pessoas. Ou seja, você pode dividir com outras pessoas o valor do transporte. Sai mais em conta.
Bicicletas: É possível também alugar bicicletas. Meio de transporte bem comum na cidade, apesar das ruas serem de pedra e as bikes não tão novas. 
Cavalos: Muitos cubanos utilizam cavalos para se deslocarem a lugares mais distantes do centro da cidade. É possível você fazer um passeio até as antigas refinarias por exemplo, utilizando o mesmo transporte. Eles podem ser alugados, junto com um guia, que te acompanha montado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...