sábado, 28 de março de 2015

BRASIL, LÍDER MUNDIAL EM AGRESSÃO A PROFESSORES.


O Brasil é líder mundial em agressão a professores, seja por alunos ou país que se sentem ameaçados ou desrespeitados pela autoridade do professor ou da instituição. A Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria de Educação do Estado, optam pela cautela no que diz respeito às medidas que um professor vítima de agressão deve tomar. 
A orientação dada aos docentes da rede municipal é de que toda situação de violência, seja entre estudantes ou envolvendo profissionais de ensino, deve ser resolvida dentro da própria escola, a partir do diálogo. No caso de ocorrer uma agressão mais grave, um boletim de ocorrência deve ser feito numa delegacia que conta com estabelecimento específico, o boletim deve ser feito na Delegacia do Adolescente. Por fim, o caso será encaminhado à Vara da Infância e Juventude ou ao Ministério Público da região, cuja a punição, em geral, são medidas sócio-educativas.
Agora me digam, o professor já vive numa sobre carga de trabalho redobrado, muitas vezes tendo de trabalhar em mais de uma escola por não receber um salario digno de sua formação e responsabilidade e ainda é desrespeitado, humilhado e agredido,  dentro do seu ambiente de trabalho por delinquentes protegidos por uma lei  cuja a punição é tão branda, que parece estimular ainda mais os agressores. Ser professor deixou de ser um sacerdócio, para dar lugar a uma complicada e espinhosa tarefa de sobrevivência entre lobos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...