segunda-feira, 15 de setembro de 2014

À PROCURA...



E a gente vai se solitariando...
Vai, através de gestos e palavras que não vieram a tempo do que se queria.
Do olhar que não aconteceu.

Tenho em mim esta vontade que se reacende, em flashes rápidos,
de que tudo se encontre no momento certo,
No minuto cronometrado e não sabido.

Que os olhos e gestos se achem,
Que se reconheçam,
Que se cruzem na surpresa do acaso,
Na dobra das esquinas e ilumine as contramãos,
a escuridão,
a vida já cansada desta procura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...