quinta-feira, 14 de agosto de 2014

AS CORES DO ARCO IRIS E UMA LENDA QUE EU NÃO CONHECIA.


Um trecho da musica do Tom Jobim chamada "Imagina" que eu assisti no show do Chico Buarque, "Carioca", me fez pensar sobre uma lenda fantástica e desconhecida, que conta o seguinte:

...Sabe que o menino que passar debaixo do arco-íris vira moça, vira
A menina que cruzar de volta o arco-íris rapidinho vira volta a ser rapaz
A menina que passou no arco era o
Menino que passou no arco
E vai virar menina...



De onde deve ter surgido esta lenda?.. Eu não a conhecia, já que o que realmente se popularizou entre nós, sobre este fenômeno óptico é que no final das listras coloridas do arco iris, haveria um pote cheio de moedas de ouro. Mas estes versos da musica do Tom, que reporta a uma transformação magica de gênero, eu só conheci, ouvindo a musica...
A bandeira gay, que representa as cores do arco iris, foi idealizada pelo artista Gilbert Baker, amigo de Harvey Milk (o primeiro político gay eleito nos Estados Unidos da América), baseado nos hippies, para os quais o arco-íris representava a paz e onde teve sua estreia em 1978 na Parada do Orgulho Gay de São Francisco. Se existe qualquer referencia, mesmo que distante, entre as cores da bandeira e esta lenda, eu não sei, mas que é muito sui generis, isto é.
A poesia é sempre transformadora e nos oferece uma  percepção das coisas, por uma ótica sensível e libertadora, como esta lenda desconhecida e cantada de forma tão bonita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...