sexta-feira, 27 de junho de 2014

Confeitaria Colombo



Lembro-me que a primeira vez que passei diante da vitrine da Confeitaria Colombo, minha reação inicial foi de choque, pois era tanto luxo que eu fiquei na dúvida se não seria barrado na entrada com aquela pergunta "O que procura senhor?" e que me faz particularmente pensar: "Será que eu estou no lugar certo?.." Bom, enchi meus pulmões de ar e a cabeça de coragem e entrei, sem que  ninguém me fizesse qualquer pergunta que me deixasse constrangido. Graças a Deus o tempo passa e lugares como este que foram reduto da Belle Époque, hoje permite acesso a qualquer mortal conhecer.
Fundada em 1894 por imigrantes portugueses, a Confeitaria Colombo tornando-se um dos pontos mais significativos da cultura nacional do país, uma vez que serviu de palco para grandes recepções, banquetes e eventos com a presença de  reis e rainhas como Alberto da Bélgica e Elizabeth da Inglaterra, alem de celebridades nacionais como Chiquinha Gonzaga, Juscelino Kubitschek, Olavo Bilac, Rui Barbosa, Villa-Lobos, Lima Barreto, José do Patrocínio, Getúlio Vargas, entre outros.....
De arquitetura suntuosa em estilo Art Nouveau, com espelhos de cristais trazidos da Bélgica, mobílias esculpidas a mão, bancadas em mármore italiano e elegantes vitrais coloridos, nos remete a um passado de gloria, luxo e beleza na então capital da republica do pais. Cinco cristaleiras servem de expositores de doces e tortas na entrada da loja, além de louças do princípio do século e taças de cristal bordadas a ouro. 
A claraboia em mosaicos coloridos ilumina todo o restaurante com luz natural. São quatro andares com três amplos salões decorados. A casa conta também com um Espaço Memória, uma especie de museu e show room no segundo piso, onde expõe e comercializa alguns produtos e peças antigas. Manuel José Lebrão, um dos fundadores da confeitaria, também marcou época, pois foi ele quem criou uma frase que virou jargão e é usada ate hoje entre os comerciantes: “O freguês tem sempre razão”.  
Vale a pena visitar o lugar não só pelos doces, salgados e café, mas principalmente por ser um lugar que sobreviveu por varias gerações e se mantem inalterado. Uma visita ao Centro Histórico do Rio de Janeiro, não estará completo, sem uma passadinha na Confeitaria Colombo, localizada na estreita Rua Gonçalves Dias-32, quase esquina com a famosa Rua do Ouvidor no coração da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer seu comentário clicando sobre o título da postagem onde será direcionado para Conversa Fiada, com espaço para a publicação da sua opinião. Ela será acolhida com atenção e carinho e sempre que possível respondidas.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...